Conheça a ISSO!: o mais novo Coworking em São Paulo

ISSO! novo coworking em São Paulo

Por Ivan Tallarico

Incubadoras e aceleradoras de startups já são modelos bem conhecidos como forma de se obter sucesso com investimento em startups em um ambiente como o Vale do Silício, Tel Aviv ou Nova York. Mas, em um ambiente menos maduro, como o que temos aqui no Brasil, esses modelos de investimento não funcionam tão bem. Por esse motivo, a ISSO! se torna uma alternativa, já que traz a proposta de um ecossistema de inovação em seu novo coworking em São Paulo.

A inovação é feita de pontes: entre ideias e capital, talento e experiência, problemas e soluções, corporações e startups. E é para promover essas pontes que surgiu a ISSO!, uma startup voltada para o desenvolvimento de outras startups e para a criação de um hub de talentos inovadores. 

Trata-se de uma plataforma aberta que visa ser essa ponte, promovendo programas de inovação em um formato diferente e inovador que traz agilidade, flexibilidade e eficácia para as empresas, inclusive aquelas de médio e pequeno porte, sem necessidade de enfrentar um investimento inicial e elevados custos fixos operacionais. 

Como vai funcionar o Coworking em São Paulo da ISSO!

 O ecossistema criado pela ISSO! se dá pela soma de um coworking e de uma aceleradora, o que resulta na criação de um hub único para inovação na América Latina: uma comunidade ideal para promover colaborações entre startups, onde encontros e conjunções geradoras de ideias novas e oportunidades de negócios acontecem todos os dias.

A ISSO!  reuniu as melhores startups e empresas do mundo todo de tecnologia, além  dos heróis nacionais do ramo dentro de um só lugar, seguindo exemplos internacionais como STATION F em Paris, atualmente o maior ecossistema de startups do mundo. 

E por que um coworking em São Paulo?  A cidade foi escolhida por já ser um dos principais hubs de inovação internacionais e também merece seu próprio ecossistema independente, uma grande casa ou bolsa para a inovação aberta e acessível a todos.

São Paulo, hoje, conta com diversas iniciativas que miram a criação de supostos ecossistemas de inovação, mas o problema de tais iniciativas antecedentes a ISSO!, é que tratam-se, sem exceção, de projetos promovidos para grandes empresas ou universidades que não conseguem alcançar o mercado como um todo.

Afinal, por que investir no coworking da ISSO!?

A ideia da ISSO! é justamente proporcionar um espaço físico e digital, removendo as barreiras de acesso a oportunidades de inovação tanto para startups, dando a oportunidade também a empresários de origens desfavorecidas, com talento e fome de crescimento, quanto para empresas de médio e pequeno porte, que não teriam condições para montar suas próprias incubadoras/aceleradoras.

Para colocar essa proposta em prática, é necessário também defender a independência da empresa a fim de colaborar com o interesse das startups e das empresas. Sendo assim, a ISSO! não assume equity (participação societária) nas startups. Ou seja, tudo é feito “as a service”, ou seja, como um serviço único e não é bancada por nenhuma grande empresa, evitando potenciais conflitos de interesse.

Como funciona a ISSO!

O negócio da ISSO! se apresenta principalmente em três frentes, sendo o carro-chefe o primeiro serviço de “Client-Venture” criado na América do Sul. Funciona assim: as corporações parceiras fazem uma convocação para que startups enviem propostas para um predeterminado briefing – uma solução inovadora para uma necessidade da empresa.

A corporação, então, “adota” uma ou mais startups, que trabalharão para ganhar um contrato relativo às necessidades de inovação expressas pelo patrocinador. Dessa forma, startups que estão começando têm a oportunidade de iniciar suas atividades sem a necessidade de investimentos iniciais em infraestrutura ou capital inicial próprio.

Outro diferencial é que as startups já iniciam com uma demanda e um potencial cliente, fugindo do modelo clássico em que uma startup começa por uma ideia e uma oferta. O programa tem duração de três a seis meses (dependendo das necessidades do projeto), e o cliente paga apenas uma taxa mensal – que costuma ser mais baixa que o custo de alocação de um executivo júnior.

Não há outros custos operacionais envolvidos pela empresa. Ao final do programa, as empresas mentoras têm preferência para adquirir ou licenciar a solução desenvolvida e devidamente testada a 4 mãos com a startup selecionada e patrocinada. Nesse caso, a ISSO! cobra uma taxa de sucesso da startup que cede a solução e/ou ganha um contrato para implementá-la por conta da empresa parceira.

O coworking da ISSO!

Já a segunda frente de negócio refere-se ao espaço de Coworking em São Paulo, onde um profissional ou uma startup pode aproveitar toda uma infraestrutura para suas atividades, incluindo salas de reunião, auditório e espaço para eventos – além de vivenciar uma atmosfera criativa propícia à criatividade e inovação.

Com elementos de coworking e aceleradora, a ISSO! cria um ecossistema no qual investidores, profissionais do mundo digital, designers, freelancers e companhias de serviços podem coexistir, trocar experiências e fomentar a inovação.

Por fim, a ISSO! aproveita seu espaço para Eventos, como seminários corporativos, competições (Hackathon e Pitch) e conferências de tecnologia. A ideia é estabelecer-se como um hot spot regional para temas ligados a empreendedorismo e inovação.

Equipe ISSO!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *