O que é mentoria reversa e como ela pode ajudar a sua empresa

Aprender é um processo que precisa ser exercitado a vida toda. E não adianta, além de estudar, temos que nos manter abertos a aprender com diferentes perfis e é justamente esta ideia que direciona o conceito de o que é mentoria reversa.

Quem nunca ouviu um “respeite os mais velhos” na vida? Na jornada profissional, o ditado popular pode ser facilmente aplicado às hierarquias mais tradicionais. Os profissionais seniores, teoricamente, sabem muito mais do mercado do que um funcionário júnior, por exemplo. Mas, na prática, não é bem assim que a aprendizagem acontece.

O que é mentoria reversa?

De forma objetiva, a mentoria reversa quebra essa hierarquia de conhecimento e, como propõe o nome, o inverte. Quer um exemplo? A Coca-Cola no Brasil mostrou que está tornando a prática frequente entre suas equipes, ou seja, a marca promove encontros entre funcionários de diferentes colocações e, consequentemente, diferentes idades, para que a pessoa mais nova mentore a mais experiente.

Quais as maiores vantagens da mentoria reversa?

Uma empresa que se abre para os mais proveitosos aprendizados, independente da idade e colocação de quem ensinou, sabe andar alinhada à realidade do seu mercado. Quebrar a barreira etária no empreendedorismo é muito benéfico, assim sua empresa pode unir as ponderações de uma visão mais experiente à ousadia e inovação de uma mente mais nova.

Além de conferir maior agilidade às empresas na hora de incorporar atualizações técnicas – afinal, as gerações mais novas tendem a ser impactadas por informações que nem sempre chegam às faixas-etárias mais elevadas – o modelo de gestão de pessoas pode aproximar profissionais em outros níveis. As mudanças na cultura empreendedora são bons exemplos disso.

Update na cultura empreendedora

Uma das tendências mais crescentes quando o assunto é reinventar a cultura empresarial é a de incorporar a diversidade sociocultural. Profissionais seniores talvez não vejam este fator como prioridade, mas para gerações mais novas, sentir-se confortável no ambiente de trabalho passa por essas questões e pode ter um grande impacto na produtividade para funcionários mais novos.

Ao adotar o modelo de gestão de pessoas que inverte a hierarquia etária e empresarial, seu negócio consegue dialogar melhor com todas as realidades e satisfazer ainda mais expectativas, elevando os níveis de satisfação do time. Equipe satisfeita trabalha melhor.

Update digital, cultural e físico

A gestão de pessoas que leva em conta o que é mentoria reversa pode ultrapassar transformações como adoção de novos softwares, de novos processos e novas abordagens na comunicação interna e chegar ao espaço físico.  Como falamos anteriormente, gerações de colaboradores diferentes têm necessidades e motivações profissionais múltiplas, e isso também inclui o espaço de trabalho.

A relação entre momentos de lazer e produtividade já não é novidade no mercado. Mas se você quer acertar em cheio na implementação de atividades efetivas para ter uma influência positiva na equipe, nada melhor do que aplicar a mentoria reversa.

Como a mentoria reversa é aplicada na ISSO!?

A base do modelo de gestão de pessoas é a conexão entre diferentes universos de conhecimento e bagagens profissionais. No hub da ISSO!, startups e empresas criam relações de mutualidade e, assim, trocam insights e experiências, resultando na oportunidade de sempre estar melhorando suas respectivas estruturas de gestão e produtos.

coworking no centro de São Paulo

Isso quer dizer que as startups terão briefings de inovação bem definidos de acordo com a atuação do empreendimento. Assim, a validação torna-se muito mais rápida e benéfica para todas as empresas envolvidas. Esse processo leva competências verticais de C-Level de startups e influenciadores de mercado para ajudar que outras empresas não fiquem para trás na constante transformação digital, através da análise de produtos e processos.

Workshops

A ISSO! organiza workshops para garantir que todos estejam no clima da Open Innovation. E, na prática, os nossos clientes recebem mentoria para a definição de um Mapa de Valor e Jobs-To-Be-Done de todos os empreendimentos envolvidos.

O desdobramento dos workshops são justamente as sessões de reverse mentoring, na qual o Jobs-To-Be-Done será validado. Os envolvidos ainda recebem feedbacks precisos sobre oportunidades de inovação de acordo com as mais recentes tendências do mercado, viabilizando a definição das áreas de inovação target.

A inserção no mercado fica ainda mais concreta nas calls organizadas para atrair propostas inovadoras que serão selecionadas em uma lógica competitiva e baseadas nos objetivos estratégicos do cliente. É a etapa “Call for ideas”.

Por fim, é desenvolvido o Minimum Viable Product (MVP) dos vencedores das chamadas. Já falamos sobre MVP no blog, você pode ler mais sobre o assunto aqui.

Confira como funcionam as etapas de desenvolvimento na ISSO!:

 

Equipe ISSO!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *